Slow Food inspira festival gastronômico

Entre os dias 26 e 28, a UniFG realiza o 4º Abril pra Gastronomia, com palestras, oficinas e criação de receitas pelos alunos. Serão apresentados ainda cases sobre aplicação de comida saudável nas comunidades e a relação com o meio ambiente. Chefs de renome do mercado nordestino, a exemplo de Cesar Santos, estarão presentes.

Ao contrário do chamado fast food (comida rápida), a nova gastronomia vem adotando o conceito de slow food que, traduzindo ao pé da letra, seria o equivalente à ‘comida lenta’. É uma prática que envolve apreciação da comida, a valorização do produtor e o meio ambiente. Essa é a tendência que vai nortear o 4º Abril pra Gastronomia, que acontece entre os próximos dias 26 e 28, nas cozinhas do campus Piedade da UniFG.

De acordo com a coordenadora do curso de Gastronomia da UniFG, Ângela Nankran, o festival é uma vitrine e, também, laboratório para os estudantes de Gastronomia experimentarem e testarem suas habilidades que aprenderam em sala de aula, criando receitas e pratos que serão avaliados por chefs de renome do mercado nordestino.

Este ano, “Slow Food: A Simplicidade do sabor” será o tema do evento, que busca debater e mostrar novas perspectivas para o setor. A programação contará com palestras, oficinas e batalha gastronômica, além de exibição de filme e apresentação cultural. As oficinas serão guiadas por chefs de peso da culinária nordestina, que interpretarão o conceito de slow food em diferentes áreas. Entre eles, Onildo Rocha, César Santos, Miau Caldas e Rivandro França. Na prática, o Slow Food envolve a escolha dos alimentos e a maneira de preparo, respeitando o meio ambiente e os produtores artesanais, com responsabilidade social.

Empreendedorismo social

Os empreendedorismos social e ambiental também serão abordados no 4º Abril pra Gastronomia. Hamilton Henrique, por exemplo, falará sobre seu projeto que busca aplicar comida saudável nas comunidades. Já Negra Linda, responsável pela mariscada do passeio de Catamarã da Ilha de Deus, explicará a importância do slow food na preservação do meio ambiente.

Leave your comment