MALAGUETA PELO MUNDO – Café Turco traz a riqueza dos costumes no preparo dos grãos

 

A Turquia, Localizada no mediterrâneo, dividida entre os continentes asiático e o europeu tem uma geografia rica, o que permite diferentes modelos climáticos, que vão do oceânico ao mediterrâneo. A Turquia faz fronteira com 8 países e tem Ancara como capital, enquanto Istambul é a maior cidade e principal centro cultural e comercial. Com uma população de aproximadamente 11 milhões, o país abriga diversas cidades encantadoras como Bodrum, Antália, Kusadasi, Göreme, além de ter um povo afetuoso e hospitaleiro e gastronomia riquíssima.

Os turcos, assim como nós, também trazem em sua história a paixão pelo café, este grão tão rico em aroma e sabor. A grande diferença é o modo de preparo e a possibilidade de adição de especiarias.

Essa preciosidade turca tradicionalmente otomana origina-se do próprio grão fresco torrado médio que pode ser preparado aos moldes turcos de duas formas: triturado em um moedor de café cilíndrico de bronze ou, então, pulverizado utilizando um almofariz e um pilão. Para seguir à risca o preparo e obter o melhor do café moído, é fundamental ter uma pequena cafeteira estreita para ferve-lo, chamada cezve ou džezva (tradicionalmente de cobre com uma pega de madeira), e uma colher. Os ingredientes são o café moído, a água fria e o açúcar (para quem prefira adoçar – opcional).

Para quem gosta de explorar os diferentes sabores, algumas especiarias podem dar um toque extra, como a adição do chá de cardamomo, da canela, da noz-moscada ou do cravo, que podem ser adicionadas ao café, todos igualmente moídos.
Segundo relatos históricos, o grão de café chegou ao país em 1.555 e a bebida na Turquia tornou-se famosa por sua intensidade e pelos métodos especiais de preparação e de como servir. Hoje, o café turco carrega consigo a tradição de ser uma das principais fontes de vida social na cultura local, sendo apreciado nas diversas cafeterias espalhadas pelo país.

Leave your comment