Sushi de ouro: restaurante japonês inova trazendo a novidade para o cardápio

Sushi with chopsticks. Sushi roll japanese food on a table

Não é de hoje que a culinária asiática caiu no gosto dos brasileiros. De acordo com uma pesquisa realizada pela Associação dos Bares e Restaurantes de São Paulo (Abrasel-SP), em 2013 a capital paulista já contava com cerca de 600 restaurantes japoneses, contra 500 churrascarias. Já em 2017, São Paulo surpreendeu ainda mais no ramo e passou a contar com três mil restaurantes. Além disso, naquele mesmo ano, o faturamento dos empresários com a culinária japonesa chegou a média de R﹩ 19 bilhões.

Diante do sucesso de um mercado altamente promissor, e pensando em oferecer sempre o que há de mais exclusivo para seus clientes, o Iroha Sushi desenvolveu um produto que reúne qualidade e apresentação: o sushi de ouro. A iguaria, feita com ouro comestível 24k, é a mais nova aposta do restaurante japonês e promete cair nas graças do público.
“A ideia do Sushi de Ouro, foi dar um toque luxuoso em um prato tipicamente oriental, o Hosomaki. Estamos felizes com o resultado desta proposta e acreditamos que nossa mais nova aposta tem tudo para agradar o público”, enfatiza Márcio, empresário e proprietário do Iroha Sushi.

Mergulhando na história do ouro
Se você é leigo no assunto, provavelmente se fez a seguinte pergunta ao ler sobre esta novidade: mas ouro é comestível? Sim, cerca de 5.000 anos atrás, os egípcios já ingeriam ouro. Este, enquanto puro, ou seja, sem nenhum outro metal, não agride o corpo humano de nenhuma maneira e, desde que seja 24k, é facilmente digerido pelo organismo.

“Existem estudos que também apontam que o ouro, quando consumido nas devidas condições, é bom até para o coração”, revela Márcio. “Além disso, ele é muito utilizado em doces e na confeitaria típica de alguns países”, complementa o empresário.

“Muito em breve o Sushi de Ouro irá entrar de forma fixa no cardápio. Esta semana estamos fazendo um sorteio no nosso Instagram @IrohaSushiOficial com a novidade”, explica Márcio. O vídeo, explicando o processo de criação e como foi produzido, pode ser assistido no YouTube por meio deste link: http://youtu.be/k47_64pqxpg

Serviço Iroha Sushi:
Pirituba
Av. Elisio Cordeiro de Siqueira, 1.272, São Paulo • SP
Tel: 11 3903.5364
Praça da Árvore / Saúde
Rua Caramuru, 612, São Paulo • SP
Tel: 11 5072.3163 • 2577.0414

Açaí Concept lança campanha com máscaras personalizadas

A reabertura do comércio exige cuidados de lojistas e consumidores para evitar contaminação pelo novo coronavírus. Pensando nisso, a Açaí Concept, maior franquia de açaí do mundo, está lançando a campanha “Proteger é fundamental”, que tem como objetivo incentivar o uso de máscaras de proteção. Para ganhar uma máscara personalizada, basta comprar um açaí de 500 ml, 710 ml, ou de um litro.

“Desta forma contribuímos efetivamente para a diminuição da propagação do vírus, seguindo a orientação dos órgãos competentes e atendendo as determinações legais em território nacional quanto a obrigatoriedade do uso da máscara” diz o diretor executivo da Açaí Concept, Jath Azevedo. Ele acrescenta que é importante identificar a loja participante mais próxima.

Ampliar o acesso a máscaras de proteção é uma das ações contra a pandemia tomadas pela empresa, que também preparou um manual operacional com todos as informações e requisitos necessários para a retomada segura das operações.

Entre as medidas de prevenção previstas no manual estão: maior higienização dos utensílios e mobiliários, obrigatoriedade do uso ininterrupto dos EPI’s, distanciamento entre os clientes em loja, adequação ao modelo self (nesse momento os colaboradores irão servir os clientes), diminuição no tempo de permanência dos clientes em loja, e redução na quantidade de clientes simultaneamente dentro da loja.

Stella Artois lança versão sem glúten

Com sabor idêntico à versão tradicional, lançamento reúne saudabilidade, tendência e inovação

A Cervejaria Ambev acaba de anunciar o lançamento de Stella Artois Sem Glúten, uma cerveja criada para atender quem não abre mão de uma Stellinha gelada, mas busca opções de alimentação sem ou com teor reduzido de glúten. A nova versão tem o mesmo sabor que a Stella tradicional – a única diferença é que é livre de glúten, proteína à qual muitos consumidores apresentam algum tipo de restrição. A novidade faz parte de um processo já em andamento na Ambev para que a cervejaria possa se reinventar e se tornar cada vez mais inovadora e colaborativa em seu ecossistema.

“O consumidor quer ter cada vez mais opções de escolha e nosso papel é trazer isso, criar novas receitas”, conta Bruna Buás, Diretora de Marketing de Stella Artois no Brasil. “Com Stella Artois Sem Glúten queremos democratizar o acesso a uma cerveja sem glúten, que tem o mesmo sabor da versão tradicional. A novidade chega a toda a região Sudeste até o final do ano e, no início de 2021 poderá ser encontrada em todo o país, a um valor próximo da versão tradicional”.

“Para chegar na versão sem glúten, aplicamos uma tecnologia no processo de produção, preservando o sabor e todas as características da versão original, de modo que a bebida seja considerada um produto sem glúten de acordo com legislação brasileira”, conta Alexandre Levy, mestre cervejeiro e um dos responsáveis pela inovação. Stella Artois Sem Glúten já pode ser encontrada nos pontos de venda do Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Em agosto já estará em São Paulo e, ainda em 2020, chegará aos pontos de venda físicos de outras regiões do Brasil. Enquanto isso, consumidores de todo o país podem encontrá-la também online, no site www.emporiodacerveja.com.br.

Receitas Malagueta – Faça uma torta diferente com o exótico alho negro

Mas o que é o alho negro? O alho negro é um alho maturado por cerca de 20 dias, sob condições de temperatura e umidade controladas. Ele é muito consumido na Ásia pelos seus benefícios à saúde. Rico em antioxidantes, fortalece a imunidade, previne e ameniza os sintomas da diabetes, melhora a pressão alta, o colesterol, possui efeito neuroprotetor, hepatoprotetor e, estudos apontam, efeitos anticancerígenos.

Mas ele também é muito utilizado na gastronomia, principalmente no Ocidente. Presente nos restaurantes mais renomados do mundo, seu sabor é adocicado e frutado, remetendo ao melaço e ao tamarindo, sem aquela característica pungência do alho comum.Também pode-se notar um toque de defumado e a presença de Umami (o quinto sabor). Tudo muito sutil e delicado. É um verdadeiro convite para as criações gastronômicas mais diversas!

Confira a receita:

Ingredientes

Massa

3 xícaras (chá) de farinha de trigo

150 g de manteiga gelada em cubos

¾ de xícara (chá) de água gelada

1 pitada de sal

Recheio

Meio peito de frango cozido e desfiado

1 colher de sopa de azeite

½ cebola picadinha

½ tomate picadinho

1 colher de chá de orégano

1 colher de chá de páprica

4 dentes de Alho Negro do Sítio picado

1 lata de milho escorrida

Cheiro verde picado a gosto

Sal a gosto

Pimenta do reino a gosto

100g de queijo mussarela

Montagem

1 gema

1 colher (chá) de água

Farinha de trigo para polvilhar na bancada

Modo de preparo

Massa

Numa tigela grande, misture a farinha com o sal. Acrescente a manteiga e, com as pontas dos dedos, misture até formar uma farofa grossa. Junte a água gelada e amasse até ficar lisa. Modele uma bola, envolva com filme e leve à geladeira por 1 hora. Enquanto isso, prepare o recheio.

Recheio

Numa panela, aqueça o azeite e doure a cebola por alguns minutos até ficar transparente. Adicione o frango cozido e desfiado, o tomate, milho e os temperos (orégano, páprica, sal e pimenta do reino) e refogue. Acrescente os dentes de alho negro picados e o cheiro verde na mistura e apague o fogo. O recheio não pode estar quente no momento da montagem da torta, espere amornar.

Montagem

Preaqueça o forno a 200 ºC (temperatura média). Separe uma fôrma redonda com fundo removível de 25 cm de diâmetro. Retire a massa da geladeira e deixe em temperatura ambiente por 10 minutos – assim fica mais fácil para abrir.

Divida a massa de torta em duas partes iguais. Polvilhe a bancada com farinha de trigo e, com um rolo de macarrão, abra uma das metades num círculo 4 cm maior que o diâmetro da fôrma. Para transferir, enrole o círculo de massa no rolo de macarrão e desenrole sobre a fôrma – com as mãos, ajeite e pressione delicadamente para forrar o fundo e lateral da fôrma.

Polvilhe mais um pouco de farinha sobre a bancada e abra o restante da massa, formando um retângulo de 41 cm x 24 cm. Com a faca (ou carretilha), corte várias tiras, longas o suficiente para cobrir a torta.

Preencha o fundo da torta com todo o recheio, nivelando com as costas de uma colher. Para finalizar, distribua o queijo mussarela por cima do frango. Cubra o recheio com as tiras, fazendo uma treliça.

Pressione as pontas das tiras na massa da lateral para selar. Com a faca ou carretilha corte o excesso de massa da lateral da fôrma, deixando cerca de 2 cm de massa acima do recheio para finalizar – você pode usar as aparas de massa para fazer biscoitinhos. Com a ponta do dedão, dobre e pressione a massa da borda para fazer o acabamento.

Numa tigela, misture a gema com a água e pincele sobre toda a massa. Leve a torta ao forno e deixe assar por cerca de 45 minutos até ficar bem dourada.

Retire do forno e deixe amornar antes de desenformar. Sirva a seguir.

Receitas Malagueta – Dadinhos de tapioca cobertos com atum

A tapioca é um ingrediente típico indígena que se faz presente no cardápio do brasileiro há muitos anos. Considerado patrimônio imaterial e cultural da cidade de Olinda – local do descobrimento, sua versatilidade possibilita que ela seja utilizada em preparos salgados, doces, acompanhamentos, pratos principais ou até petiscos. Pensando nisso, a Revista Malagueta e a Cozinha Experimental da Coqueiro separaram a receita de Dadinhos de tapioca cobertos com atum como opção para você fazer e compartilhar.

Confira:

Dadinhos de tapioca cobertos com atum

Rendimento: 20 unidades

Tempo de preparo: 180 minutos

Dificuldade: Fácil

INGREDIENTES

Atum

· 1 lata de Atum Sólido em Óleo Coqueiro

· 5 tomates-cerejas cortados em 4 pedaços

· ½ cebola roxa pequena picada

· 1 colher (chá) de raspas de limão siciliano

· 1 colher (chá) de tomilho fresco picado

Dadinho De Tapioca

· 2 xícaras (chá) de leite

· 1 xícara (chá) de tapioca granulada

· 150 g de queijo meia cura ralado no ralo grosso

· Filme plástico para forrar e embalar

MODO DE PREPARO

Atum

1. Em uma tigela, junte os tomates, a cebola, as raspas de limão, o tomilho e misture.

2. Acrescente o Atum Sólido em Óleo Coqueiro com o óleo da lata e misture delicadamente. Conserve na geladeira até hora de servir.

Dadinhos

3. Forre um refratário 10 x 10 cm com filme plástico. Reserve.

4. Em uma panela média, ferva o leite. Retire do fogo, acrescente a tapioca e o queijo e misture até obter uma massa homogênea.

5. Despeje a mistura no refratário reservado e espalhe até ficar uniforme.

6. Cubra com filme plástico e leve à geladeira por 2 horas ou até ficar firme.

7. Preaqueça o forno em temperatura média (180ºC).

8. Desenforme a massa e corte em quadradinhos de 2 x 2 cm.

9. Arrume os quadradinhos em uma assadeira grande e leve ao forno por 30 minutos ou até dourar. Retire e deixe amornar.

10. Cubra os quadradinhos com o atum e sirva em seguida.

Mar Hotel oferece pacote para Dia dos Namorados

Com a chegada do mês de junho, uma das datas mais aguardadas pelos casais apaixonados se aproxima, o Dia dos Namorados (12). A data é marcada por troca de carinho, presentes e comemoração. Pensando nisso, o Mar Hotel está disponibilizando um pacote especial com a ideia de oferecer uma celebração a dois ainda mais marcante.

O pacote conta com uma diária em apartamento standard, jantar romântico para o casal no próprio apartamento e café da manhã servido no restaurante do hotel. Tudo no valor de R$ 430,00. Além disso, para o brinde, o Mar Hotel disponibiliza um espumante Chandon, com preço diferencial de R$ 100,00.

O menu do jantar oferece duas opções para cada tipo de refeição. Como entrada, as possibilidades são Fatias Finas de Filé Mignon levemente assado ao Molho Cipriani e Alcaparrões Glaceados; ou Presunto Parma, Figos, Muçarela de Búfala e Pesto de Rúcula. O prato principal fica entre Risoto de Morango, Rosas e Camarões; ou Medalhão de Filé Laqueado, Batata Dauphine e Molho as Três Pimentas.

Adoçando o dia, as opções de sobremesa são Thuile de Chocolate Amargo, Sorvete de Chocolate Branco e Pistaches e Brigadeiro; ou Bavaroise de Morango, Tapioquinha Soufflé e Beijinho. O brinde fica por conta de Espumante Brut, Suco de Pêssego e Creme da Cassis.

Toda a higienização do Mar Hotel foi reforçada. Em tempos de pandemia, o empreendimento continua aberto, mas em capacidade reduzida atendendo companhias aéreas e demandas locais. Todo reforço e cuidado com hóspedes e colaboradores foram intensificados. O Mar Hotel se adequou a todas as recomendações de higiene, com novas medidas sanitárias implementadas que vão desde o momento do check-in, passa por todos os locais, setores e serviços, até o check-out de cada hóspede.

As reservas para o pacote do Dia dos Namorados podem ser feitas através do telefone 3302.4446, do e-mail reservas@marhotel.com.br ou do site www.marhotel.com.br.

Serviço: Dia dos Namorados no Mar Hotel

Data: 12 de junho

Local: Restaurante Promenade

Endereço: Rua Barão de Souza Leão, 451 – Boa Viagem

Telefone: (81) 3302-4444

Após a pandemia, franquia de sorvete tailandês terá expansão no Nordeste

A rede Ice Cream Roll fechou mais três contratos com franqueados na região; objetivo é crescer ainda mais

A Ice Cream Roll, a maior franquia de sorvete tailandês do Brasil, já está com o plano de expansão preparado para o pós-pandemia. Foram fechados oito contratos em cinco capitais neste ano: três em São Paulo; uma em Salvador; uma em Recife; uma em Fortaleza e duas no Rio de Janeiro. Atualmente, a franquia conta com 21 unidades, em 5 estados brasileiros. O principal objetivo é expandir a rede de lojas no Nordeste.

Segundo levantamento da ABF, realizado em janeiro de 2020, a região ocupa, atualmente, o terceiro lugar no Brasil, com 16,4% das unidades das 50 maiores marcas de franquia em seu território, atrás apenas da região Sudeste e Sul. Esse número teve um crescimento, já que, em 2018, era 16,2%. Além disso, no ranking de municípios com maior crescimento em número de unidades, no terceiro trimestre de 2019, 7 das 30 cidades, ou seja, 23,3%, são da região Nordeste (Teresina, São Luís, Salvador, Fortaleza, Recife, Maceió e Natal).

“Após análises, nós consideramos o Nordeste um ambiente com grande potencial de expansão. Hoje, nós temos apenas uma loja na região, no Shopping Parque Maceió, em Alagoas. Depois da quarentena, serão mais três lojas que serão inauguradas. O objetivo é que isso aumente cada vez mais. Teremos uma massa de empreendedores que já sofrem ou sofrerão drasticamente com a crise, e a nossa franquia pode surgir como uma oportunidade”, comenta o CEO da Ice Cream Roll, Roger Rodrigues.

Para viabilizar o plano, duas estratégias foram adotadas pela marca para atrair franqueados. “Hoje, o investimento inicial gira em torno de R$ 104 mil, mas, dependendo de cada caso, conseguimos oferecer subsídios e financiar uma parte desse investimento”, conta Rodrigues. Logo que o isolamento social teve início e os shoppings foram obrigados a fechar as portas, a Ice Cream Roll ajudou no processo de negociação de aluguéis dos espaços dos quiosques. “Entendemos que os shoppings continuam sendo muito promissores, portanto, seguem como nosso foco. Ainda há muitas oportunidades e queremos aproveitá-las”, acrescenta ele.

A previsão de faturamento da rede para este ano é de R$ 8,1 milhões. Diante das prováveis mudanças nos hábitos sociais e de consumo, a marca reorganiza o negócio: implantação do sistema de delivery, que passa a fazer parte do contrato dos novos franqueados (a rede já opera com o projeto piloto em quatro de suas 21 unidades); implantação do uso obrigatório de máscaras pelos funcionários; e a reestruturação do cardápio.

Você conhece o ovo em pó?

Frito, cozido, mexido. Rico em proteína e com ação antioxidante, o ovo é considerado um dos alimentos mais completos e funcionais que integram o cardápio de uma alimentação saudável e nutritiva. Com alto grau de acessibilidade, o ovo também é um ingrediente fundamental na receita de diversos (e saborosos) pratos, como massas, pães, bolos e doces.

Mas, será possível fazer tudo isso sem quebrar os ovos? Pensando em facilitar ainda mais o trabalho daqueles que utilizam o ovo em sua base de produção, a Katayama Alimentos lança a linha de ovos desidratados, também conhecido como ovo em pó. O ovo pasteurizado ou processado vem conquistando cada vez mais espaço no meio gastronômico, facilitando o preparo de refeições, e também de produtos industrializados.

A nova linha de ovos industrializados desidratados da Katayama Alimentos compreende três tipos de produtos:

Ovo integral pasteurizado desidratado: o mais procurado e utilizado em bolos, biscoitos, massas, pães, pães de queijo, doces, omeletes, tortas, panetones e em diversas outras receitas como substituto ao ovo in natura;

Clara de ovo pasteurizado desidratada: indicada para suspiros, mousses, recheios para chocolate, cobertura para bolos, torrones e em dietas hiperproteicas, em substituição à clara in natura; atua como agente aglutinante, ligante e clarificador de bebidas;

Gema de ovo pasteurizada desidratada: utilizada em maioneses, molhos, bolos, biscoitos, sorvetes, panetones e em outras receitas em substituição à gema in natura; atua como agente ligante e emulsificante.

A Katayama Alimentos pode fornecer ainda produtos especiais com adição de enzimas, de acordo com as necessidades dos clientes. Os ovos desidratados estão disponíveis em embalagens de 500 gramas, 1 e 20 quilos e são destinados à indústria alimentícia e ao food service, a fim de proporcionar segurança alimentar, economia e produtividade.

Vantagens do ovo em pó

Entre as vantagens do ovo desidratado está o peso reduzido, durabilidade estendida, facilidade de transporte e manuseio (em comparação aos ovos in natura) e o fato de não precisar de refrigeração para o seu armazenamento (como é o caso dos ovos líquidos), contribuindo para a economia de energia elétrica. Por ser fácil de levar a qualquer lugar, a versão seca do alimento também pode ser usada para suplementar com proteínas outros pratos e refeições no dia a dia. Outro benefício do produto é não colocar em risco o preparo de outras receitas, em função de um componente impróprio para consumo – o que pode acontecer com o ovo in-natura.

Segundo Camila Cuencas, Gestora de Operações Industriais da Katayama, o ovo em pó pode ser utilizado como substituto do ovo in natura tranquilamente. “A diferença é que no ovo em pó, a água que estava presente no ovo com casca é extraída. Logo, para utilizá-lo novamente, é preciso acrescentar a água nas quantidades equivalentes. Pode ser utilizado para os mesmos pratos e receitas que utilizam o ovo in natura”.

O ovo integral pasteurizado desidratado é obtido através da quebra de ovos frescos, que depois são filtrados, resfriados, pasteurizados e desidratados. “Uma das vantagens da forma industrializada é garantir praticidade e higiene para quem serve e consome o produto. Por isso, é indicado também para estabelecimentos onde há dificuldades em receber produtos perecíveis, ao segmento de merenda escolar, cozinhas industriais, além do food service e indústrias alimentícias”, acrescenta Camila.

Vale destacar que o processo de fabricação da versão do alimento em pó é totalmente automático, inibindo qualquer tipo de contaminação. Desde a primeira etapa da produção, que transforma os ovos in natura em ovo líquido pasteurizado e posteriormente em ovo desidratado pasteurizado, os cuidados são rigorosos para garantir a inativação de bactérias e a segurança alimentar do produto final. O prazo de validade do ovo em pó é de um ano (sem perda das propriedades físicas, funcionais e nutricionais), a partir da data de fechamento das embalagens.

Leite Fermentado Yakult completa 85 anos

Primeiro produto com microrganismo probiótico no mundo é o carro-chefe da multinacional japonesa Yakult em nível global

Criado em 1935 pelo médico e pesquisador Minoru Shirota, o Leite Fermentado Yakult com o exclusivo probiótico Lactobacillus casei Shirota chega aos 85 anos como um produto consolidado e líder no segmento em nível global. Alimento pioneiro no mundo, o produto foi desenvolvido com objetivo de ajudar a manter a saúde intestinal da população do Japão. Graças à melhora das funções intestinais de crianças e adultos naquele país, a Yakult começou a expandir os negócios nas décadas seguintes e, hoje, está presente em 40 países e regiões, em cinco continentes. O Leite Fermentado Yakult é consumido diariamente por mais de 40 milhões de pessoas no planeta (dados de 2018).

A filosofia do médico e fundador da Yakult, Minoru Shirota, sempre incluiu conceitos de medicina preventiva, pois ele afirmava que ‘um intestino saudável leva a uma vida longa’. A Yakult Honsha – matriz sediada em Tóquio, no Japão – e suas filiais mantêm os preceitos do fundador e a determinação de seguir contribuindo para a saúde e a felicidade de consumidores ao redor do mundo. “Outra premissa do nosso fundador, seguida até os dias atuais, é que o Leite Fermentado Yakult tenha um preço acessível para todos os consumidores. Trabalhamos fortemente para cumprir esse preceito”, acentua o presidente da Yakult do Brasil, Atsushi Nemoto.

As pesquisas para avaliar a ação do probiótico da Yakult foram intensificadas a partir de 1955, com a criação do Yakult Central Institute for Microbiology Research – atualmente Yakult Central Institute (Instituto Central Yakult) –, sediado em Kunitachi,Tóquio (https://institute.yakult.co.jp/en/about/). O foco é realizar pesquisas e desenvolver produtos que utilizam microrganismos benéficos e que possuem funções biológicas regulatórias com base no conceito da medicina preventiva. Para isso, as pesquisas se concentram nas áreas da microbiologia, nutrição, fisiologia, imunologia, bioquímica e biotecnologia, entre outras.

O Instituto Central Yakult também é pioneiro em pesquisas sobre as funções dos probióticos no hospedeiro a partir de uma perspectiva microbiana, e utiliza a mais recente tecnologia para analisar a relação cooperativa entre probióticos e bactérias intestinais, o que significa que uma microbiota intestinal saudável permite prevenir doenças – conforme preconizava o fundador da Yakult.

O diferencial do Leite Fermentado Yakult é a utilização do Lactobacillus casei Shirota, que tem alta resistência na passagem pelas barreiras naturais do organismo: os sucos digestivos. Por isso, consegue chegar vivo e em maior quantidade ao intestino, promovendo uma atividade intestinal mais saudável. Na microbiota, o Lactobacillus casei Shirota produz vários metabólitos, entre os quais o ácido lático, responsável por melhorar o ambiente intestinal, facilitar a digestão dos alimentos e ajudar na absorção dos nutrientes, além de contribuir para a diminuição das bactérias nocivas à saúde.

Fundamental para a saúde

Sem os microrganismos que compõem a microbiota intestinal o ser humano não poderia sobreviver, porque são fundamentais para a conversão dos componentes indigeríveis, da regulação energética, síntese de vitaminas, produção de ácidos graxos de cadeia curta (AGCC), proteção contra patógenos e modulação do sistema imune.

Cada ser humano tem uma microbiota intestinal única, como uma impressão digital, que se forma a partir do nascimento, ganha características específicas de acordo com o tipo de parto e o tempo de amamentação, e permanece inalterada ao longo da vida. Entretanto, fatores como idade, uso excessivo de antibióticos, estresse e, especialmente, alimentação, podem interferir na qualidade da microbiota e trazer consequências para a saúde.

A microbiota intestinal é relativamente estável em indivíduos sadios, mas pode sofrer alterações pela condição fisiológica, emocional, ingestão de medicamentos e interação das bactérias intestinais. Padrões anormais de microbiota podem ser vistos em pacientes com câncer ou pós-cirurgias, bem como em distúrbios gastrointestinais, gastrohepáticos, anemia perniciosa, estresse, imunodeficiências, ingestão de antibióticos ou em processos de envelhecimento. A orientação dos especialistas é ingerir probióticos diariamente para manter a microbiota saudável e, assim, proteger a saúde.

Cabo de Santo Agostinho, em Pernambuco, recebe campanha que estimula a compra de micro e pequenos empreendimentos

Por conta da pandemia do novo coronavírus, a Fundação Bunge, a Associação Comercial e Empresarial do Cabo de Santo Agostinho, a Câmara de Dirigentes Lojistas do Cabo de Santo Agostinho, a Prefeitura do município e o Sindilojas promovem a campanha “Comprando da Vizinhança, eu fico em casa” para estimular os pequenos negócios do município. A iniciativa incentiva o consumo local sem a necessidade de sair de casa, compartilhando produtos e serviços dos micro e pequenos empreendedores do município com a população local, por meio de aplicativo de mensagens instantâneas e redes sociais (@cabo_comprandodavizinhanca). Os empreendedores interessados em divulgar seus produtos e serviços devem preencher um formulário online: forms.gle/uCjcNenV8vMKdnXu8

Esta é uma das ações que a Fundação Bunge está fazendo durante o período de pandemia para estimular o desenvolvimento da microeconomia de municípios brasileiros, como Gaspar (SC), Rondonópolis (MT), Uruçui (PI) e agora Cabo de Santo Agostinho (PE). “Queremos expandir cada vez mais essa campanha, pois queremos que cada um se sinta responsável em divulgar e adquirir os produtos dos microempreendedores de suas regiões, estimulando a economia sustentável e solidária. O período atual exige de nós cooperação integrada”, diz Cláudia Buzzette Calais, diretora da Fundação Bunge.