Cachaça Pitú é premiada em New York

A pernambucana Pitú acaba de ser premiada no Concurso New York International Spirits Competition 2020. A cachaça premium Pitú Gold e a extra premium Vitoriosa ganharam medalha de Ouro.

Além disso, na premiação individual por categoria, a cachaçaria genuína do município de Vitória de Santo Antão, Zona da Mata de Pernambuco, destacou-se como “Produtor de Cachaça do Ano”.

A 11ª edição anual da NYISC ocorreu virtualmente na cidade de Nova York, com mais de 1200 marcas de destilados de todo o mundo inscritas e julgadas remotamente pelos mais conceituados jurados do mercado.

Ambev, São Braz, Fiabilité e Guarde Bem investem em Maratona de Inovação para auxílio a Bares e Restaurantes

Ideathon Paraíba acontece hoje, 24 de setembro, e vai gerar soluções de auxílio aos Bares e Restaurantes paraibanos nesta retomada

Segundo pesquisa do Sebrae, 75% das PME’s foram impactadas pela pandemia do Coronavírus. Para minimizar esses problemas em um dos setores mais afetados, o de bares e restaurantes, a Abrasel Paraíba e a PB Júnior (Federação Paraibana de Empresas Juniores) juntaram forças para desenvolver o projeto Ideathon Paraíba, maratona online de geração de ideias com foco no setor de alimentação fora do lar, que acontece hoje, 24 de setembro.

A partir dos problemas apresentados pelo setor, as 34 Empresas Juniores que fazem parte da PB Júnior vão buscar soluções de forma colaborativa, com a participação de cerca de 70 jovens empreendedores paraibanos.

A expectativa é que o Ideathon Paraíba gere mais de uma dezena de soluções para o setor de Bares e Restaurantes nas áreas de Gestão Financeira, Vendas Online e Sáude e Segurança de clientes e colaboradores no pós pandemia. A ideia escolhida será levada aos empresários do setor e vai fortalecer os negócios em um momento de retomada da economia.

E para que essas soluções cheguem de forma gratuita nas mãos dos empresários de Bares e Restaurantes paraibanos, Ambev, São Braz, Guarde Bem e Fiabilité se uniram ao projeto e serão patrocinadores e apoiadores do Ideathon Paraíba. A solução ganhadora receberá cerca de R$ 9.000,00 provenientes do patrocínio e apoio destas empresas.

A Maratona de Inovação também contará com mentores especializados em inovação e design de negócios como Jeferson Carlin, Open Innovation na Endeavor, Marcella Aguiar, antiga Business Development na Fundação Estudar, e Bianca Morandi, Designer de Produto da Nomad que trabalharão junto com os grupos multidisciplinares de Empresas Juniores para que as melhores soluções sejam criadas e geradas para os Bares e Restaurantes.

A Ambev, maior cervejaria do mundo, será patrocinadora do Ideathon PB e vê uma oportunidade que está ligada à cultura da companhia: Impactar vidas e negócios e empoderar a juventude para transformação que o país precisa. “A Ambev acredita na importância de garantir a manutenção do ecossistema no qual estamos inseridos e vemos o Ideathon PB como uma grande oportunidade para isso. Muito bom ver os jovens da Paraíba conectados pelo mesmo propósito. Estamos juntos por uma Paraíba mais empreendedora nesta retomada”, explica Mariana Adriano, gerente de Recrutamento e Seleção da Regional Nordeste da Ambev.

“A São Braz acredita no potencial dos jovens empreendedores e por isso apoia o Ideathon Paraíba como uma das respostas que o nosso Estado precisa hoje. Por isto estamos juntos ao MEJ Paraibano por uma Paraíba mais empreendedora”, diz Fred Dominguez, gerente de Marketing da São Braz.

A Fiabillité, startup de tecnologia, vê o investimento em inovação no Estado como uma das prioridades neste momento de crise: “Somos uma empresa de tecnologia, paraibana com muito orgulho, especializada em Ciência de Dados, atenta e engajada no cenário de inovação, transformação digital e colaboração social. Esperamos contribuir como agentes de apoio à atividade empresarial local e qualidade de vida, para contribuirmos para o melhor futuro da cidade “, comenta João Damázio, diretor Comercial da Fiabilité.

Assim como coloca Cristiane Heim, CEO da Guarde Bem. “Somos uma empresa inovadora que oferece soluções em otimização de espaço e geração de negócios e que tem como propósito fomentar o empreendedorismo e o desenvolvimento socioeconômico do ecossistema que está inserida. Apoiar o Ideathon é uma oportunidade de gerar novas soluções para o mercado e incentivar jovens a serem agentes transformadores e geradores de prosperidade e qualidade de vida.”

Sorvete de banana proteico é a dica do Mundo Verde para provar no Dia do Sorvete

Aproveite a data (23/9) com opção de sorvete caseiro, cremoso, sem açúcar e rico em proteínaSorvete de Banana Proteico

O Dia do Sorvete, data mais refrescante do ano, será nesta quarta-feira (23/9) e o Mundo Verde – rede de alimentos saudáveis e orgânicos – te mostra que é possível aproveitar a data com muito sabor, de forma prática e sem abrir mão dos hábitos saudáveis no início da primavera.

Que tal uma opção de sorvete caseiro, cremoso, sem açúcar e rico em proteína? É super possível, segundo a nutricionista Marcela Mendes, que sugere a receita de Sorvete de Banana Proteico.

“A banana é a base do sorvete, trazendo toda a sua cremosidade, fibras e também o sabor doce para a sobremesa. Mas, você pode usar toda a sua criatividade e trocar a banana por morango, abacate, manga e várias outras frutas para compor o seu sorvete caseiro e saudável. O BodyBalance acrescenta proteína à preparação, garantindo mais saciedade e saúde muscular. Experimente!”, orienta.

Confira a receita completa:

Sorvete de Banana Proteico

Ingredientes:

2 bananas maduras em rodelas

1 dosador de BodyBalance neutro Mundo Verde Seleção

100ml de leite de amêndoas sem açúcar

Água mineral suficiente para bater

2 paçocas zero açúcar Mundo Verde Seleção

Modo de preparo:

Em um liquidificador, bata as bananas com um pouco de água, até que estejam em ponto de creme firme. Adicione o leite vegetal e a proteína BodyBalance. Bata bem, até que todos os ingredientes estejam muito bem misturados. Leve a mistura para um recipiente e depois para o freezer por pelo menos 4 horas. Quando for servir, esfarele e polvilhe a paçoca zero por cima do sorvete.

Tempo de preparo: 5min (mais 4h no freezer)

Rendimento: 2 porções

Diferenciais nutricionais da receita: Sem açúcar, sem glúten, sem leite. Rico em proteínas e energético.

Dia da Banana: Receitas Nestlé seleciona deliciosos preparos para celebrar a data

A banana é uma das frutas mais consumidas pelos brasileiros e em países do mundo todo, isso por conta de seu delicioso sabor e sua versatilidade para diversos preparos com suas variações como o tipo nanica, maçã, prata, etc. Para que você possa celebrar o Dia da Banana comemorado em 22 de setembro, a Revista Malagueta e a Nestlé separaram dois pratos com essa fruta tão gostosa. Confira as receitas abaixo.

Farofa de Banana

Ingredientes

2 colheres (sopa) de óleo

2 bananas-nanicas em rodelas

1 cebola picada

1 colher (sopa) de MAGGI Fondor

1 pitada de pimenta-do-reino

3 colheres (sopa) de salsa picada

2 colheres (sopa) de cebolinha-verde picada

1 xícara (chá) de farinha de milho

Modo de preparo

Em uma panela, aqueça 1 colher (sopa) de óleo e doure ligeiramente as bananas. Reserve. Na mesma panela, coloque o óleo restante e refogue a cebola, tempere com o MAGGI FONDOR e a pimenta-do-reino, junte a salsa, a cebolinha e por último misture a farinha de milho. Acrescente a banana sem mexer muito. Sirva.

Banana Quentinha com Ninho, Aveia e Mel

Ingredientes

2 colheres (sopa) de Leite em pó NINHO Forti+ Integral

1 colher (sopa) de Farelo de Aveia Orgânica Nestlé

1 banana-nanica em rodelas

1 colher (chá) de mel

Modo de preparo

Em um recipiente, misture o NINHO com o NESTLÉ® Farelo de Aveia. Reserve. Em um prato, disponha as rodelas de banana, e leve ao micro-ondas, em potência média, por 1 minuto. Polvilhe a mistura reservada e cubra com o mel. Sirva. Dicas: – Se preferir, utilize a banana crua. – Você pode utilizar outros tipos de frutas, como maçã ou pera. – Utilize a NESTLÉ® Aveia de sua preferência.

Dicas Malagueta: Vitarella ensina combinações irresistíveis entre massa e molho

Os cortes de massas são específicos, ideais para molhos diferentes. Aprenda ainda a fazer o surpreendente Espaguete ao molho de Strogonoff

Além do sabor irresistível, o macarrão pode ser incrementado com muitos itens, sendo econômico e prático para o consumo no dia a dia. Embora se trate de um alimento de composição simples, conta com diversos cortes, que combinam especialmente com determinados tipos de molhos. Para te ajudar a aproveitar ao máximo o potencial da massa escolhida, a Revista Malagueta e a Vitarella, ensinam as melhores harmonizações:

As massas longas, como ninho e espaguete, são facilmente combinadas com o famoso molho de tomate, mas você pode inovar e apostar no molho pesto, por exemplo.

Já as massas curtas dispõem de uma variedade maior de formatos. O parafuso é um dos cortes mais comuns. Por serem curvados, absorvem facilmente molhos mais consistentes, como o molho branco ou molho de queijos. Também são ideais para compor saladas nutritivas e bem saborosas, com o diferencial de serem mais simples de cozinhar.

As massas curtas, tipo argola ou búzios, são perfeitas para compor sopas ou acompanhar molhos mais leves, compostos por vegetais. Além disso, podem complementar saladas.

As massas cortadas e curtas, como o penne, têm uma composição mais consistente, o que as permite o acompanhamento por molhos de tomate mais densos ou mesmo carne, queijos e preparos cremosos. Aquelas que possuem a superfície riscada são excelentes para combinar com molhos à base de óleo.

Diante de tantas possibilidades saborosas e equilibradas, a Malagueta e a Vitarella ensinam como preparar o Espaguete ao molho de Strogonoff. Pronta em apenas 40 minutos, a receita rende 6 porções, ideal para o almoço ou jantar.

Espaguete ao Molho de Strogonoff

Ingredientes:

1 embalagem de Espaguete Vitarella

3 colheres (sopa) de azeite

3 dentes de alho, picados

2 cebolas médias, picadas500 g de filé mignon, em tirinhas (ou outra carne de sua preferência)

6 tomates maduros, sem pele, sem sementes, picados

2 colheres (sopa) de mostarda

2 colheres (sopa) de molho inglês

3 colheres (sopa) de ketchup

200 g de champignon, em fatias

1 lata de creme de leite

sal e salsinha picada a gosto

queijo parmesão ralado

Modo de Preparo:

Comece preparando o molho de strogonoff. Em uma panela média, aqueça o azeite, refogue o alho e a cebola. Junte o filé mignon e refogue até fritar a carne.Acrescente o tomate, a polpa de tomate, a mostarda, o molho inglês, o ketchup, o champignon e o creme de leite. Acerte o sal, tempere com salsinha, mexa delicadamente e reserve.

Em uma panela grande, ferva 5 litros de água com sal e cozinhe a massa. Para isso, coloque a massa e mexa de vez em quando, até que a água volte a ferver. Deixe cozinhar de acordo com o tempo indicado na embalagem ou até que fique “al dente”, ou seja, macia, porém resistente à mordida.

Escorra a massa, acomode em um refratário grande, acrescente o molho de strogonoff, envolva bem com a ajuda de dois garfos grandes. Polvilhe queijo parmesão e sirva a seguir.

Rendimento: 6 porçõesTempo de Preparo: 40 minutos

Cafeterias do Plaza Shopping no Recife participam da quarta edição da Estação do Café

Festival será realizado nas cafeterias e sorveterias do shopping de 10 a 25 de setembro

O Plaza Shopping promove, de 10 a 25 de setembro, a quarta edição da Estação do Café, um festival que reúne as cafeterias e sorveterias do mall. O festival conta com a participação de oito cafeterias e sorveterias que oferecem combos de cafés com sobremesas e salgados a preços convidativos: R$ 12,00 e R$ 22,00. Participam da iniciativa Deltaexpresso, Frisabor, Kopenhagen, São Braz Coffee Shop, The Brownie Factory, Cacau Show, Empório Mineiro Cheirin Bão e Harina Café. Os três últimos participam pela primeira vez do evento.

O Deltaexpresso oferece opções de café expresso pequeno com bolo de rolo e um cappuccino exclusivo médio com porção de pão de queijo mais pastel de nata. A Frisabor harmoniza o café expresso Illy, com brownie Docecleta mais mini bola de sorvete e oferece seu Frishake de café com Amarula. A especialista em chocolate Kopenhagen entra no festival com café expresso mais chocolate Melt e a bebida Kip Kop com alfajor (50g).

O São Braz Coffee Shop oferece duas combinações tradicionais para esta Estação do Café: café expresso médio mais porção de pão de queijo e expresso grande com fatia de torta de chocolate. A The Brownie Factory traz duplas de cappuccino com sua tradicional chipa e latte machiatto com quiche.

Pela primeira vez na Estação do Café, a Cacau Show harmoniza seu café expresso pequeno com fondue de chocolate ao leite ou chocolate branco com frutas (morango, uva ou banana), e petit gateau com mini gelato La Creme e calda de chocolate e morango. Segundo estreante, o Empório Mineiro Cheirin Bão coloca no festival dois dos acompanhamentos mais pedidos em sua unidade no Plaza: café expresso pequeno com porção de pão de queijo e cappuccino grande mais waffle de pão de queijo com recheio de peito de peru e queijo do reino. O Harina Café também participa pela primeira vez com combos de café expresso mais porção de pão de queijo e seu café especial filtrado no método Clever com croissant clássico e fatia de bolo de laranja.

É possível curtir as 16 opções de combo da Estação do Café sozinho ou acompanhado, passeando ou num encontro de trabalho, como opção de brunch, lanche ou até de jantar.

Outras informações sobre a quarta edição da Estação do Café no site www.plazacasaforte.com.br ou nos seus perfis nas redes sociais: @plazacasaforte. Todas as operações seguem o protocolo de higiene e distanciamento social no atendimento dos clientes.

Serviço:O que: Quarta edição da Estação do CaféOnde: Plaza Shopping, em Casa ForteQuando: de 10 a 25 de setembro Operações: Cacau Show, Deltaexpresso, Empório Mineiro Cheirin Bão, Frisabor, Harina Café, Kopenhagen, São Braz Coffee Shop e The Brownie FactoryValores: combos de R$ 12,00 e R$ 22,00

Maior rede de carne suína do Brasil vai inaugurar sua 1ª unidade no Nordeste

O empreendimento gastronômico, originário de Curitiba, escolheu Recife para sediar sua entrada no mercado nordestino, com inauguração prevista para o próximo sábado, dia 12 de setembro

Dezenas de preparos com carne suína, desenvolvidos com excelência, e muito chope artesanal, tudo isso comercializado com preços acessíveis (entre R$ 10 e R$ 18), que cabem em todos os bolsos. A partir do próximo sábado, dia 12 de setembro, a cidade de Recife ganhará uma nova e saborosa opção gastronômica, que vai democratizar o consumo de carne suína: o Porks – Porco & Chope. A rede, que conta com doze unidades, próprias e franqueadas, espalhadas pelas cidades de Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), São Paulo (SP), Brasília (DF) e Águas Claras (DF), escolheu a capital pernambucana para sediar sua décima terceira loja, a primeira na região Nordeste do país. A unidade vai funcionar na Zona Sul de Recife, no bairro de Boa Viagem.

“A carne suína voltou a ser uma tendência em todo o mundo. No Porks oferecemos preparos desenvolvidos com receitas exclusivas e muita excelência sem deixar de lado os preços acessíveis. Com essa fórmula democrática, estamos conquistando nosso espaço no mercado nacional. Agora, estamos preparando nossa entrada no mercado nordestino, e temos certeza que iremos surpreender o público que valoriza a gastronomia bem-feita, tudo isso potencializado por um ambiente leve e aconchegante”, comenta José Araújo Netto, fundador da rede Porks – Porco & Chope.

Atualmente, a rede comercializa 10 toneladas de carne suína por mês e, até o final de 2020, pretende aumentar este número com a abertura de mais dez unidades em todo o país.

Seguindo modelos internacionais, o Porks aposta em uma operação enxuta e descolada, sem garçons, e com preparos que podem ser consumidos nas mesas ou de pé, até mesmo, na rua. “Nosso modelo de negócio prioriza a experiência única, com muita agilidade no atendimento”, comenta Netto. Para isso, a casa trabalha com preparos deliciosos, que exploram toda versatilidade da carne de porco, e de fácil consumo. No menu, petiscos e sanduíches incríveis, desenvolvidos a partir de receitas exclusivas criadas pela rede.

Entre os destaques do cardápio do Porks, que estarão disponíveis na unidade franqueada de Recife, estão os famosos sanduíches da casa. Se destacam o Porks Bacon Burger (R$ 10), preparado com burger de costelinha de porco, creme de cheddar e tiras de bacon crocante; o OLDWEST Burger (R$ 12), que leva burger de costelinha de porco, queijo canastra, geleia de pimenta e rúcula; o Pernil Municipal (R$ 10), um sanduíche de pernil de porco marinado por 12h, coberto por queijo mozzarella e cheiro verde; e o Pururuca Burger (R$ 12), feito com burger de costelinha de porco, molho BBQ, queijo mozzarella e crispy de pele de porco pururucada.

Para quem curte ótimos petiscos, a casa trabalha com uma série de opções criativas e com sabores inconfundíveis. Entre os destaques estão a Porkspóca (R$ 10), pururuca de porco crocante temperada com sal de lemon pepper; o Torresmo de Tira (R$ 10), tradicional torresminho servido em tiras crocantes; o Bei com Melado (R$ 12), tiras de bacon crocante cobertas por melado de cana de açúcar; e a Costelinha BBQ (R$ 15), campeã de vendas do empreendimento, preparada com costelinhas de porco ao molho BBQ com cerveja defumada.

Propondo uma harmonização completa, a rede trabalha com uma grande variedade de chopes artesanais. Na capital pernambucana, serão várias torneiras de chope com preços a partir de R$ 8. Para completar a experiência, a nova unidade do Porks – Boa Viagem contará sempre com música ao vivo, sem couvert artístico ou entrada, além de ser um espaço pet friendly. “Queremos ser uma das melhores e mais completas opções de lazer de Recife, unindo gastronomia de excelência, com receitas exclusivas e chopes de muita qualidade, música e muita animação”, completa José Araújo Netto.

A nova unidade do Porks – Porco & Chope vai funcionar na Zona Sul do Recife, no bairro de Boa Viagem (R. Olávo Bilac, 20a), a partir do próximo sábado, dia 12 de setembro. Mais informações no perfil oficial da rede no Instagram (@porks_boaviagem).

Independência da cerveja: descubra como a bebida trazida pelos portugueses caiu no gosto dos brasileiros

O beer sommelier da cervejaria Berggren, Robson Vergillio, fala sobre as primeiras cervejas produzidas no país e explica como elas chegaram no Brasil

No dia 07 de setembro é comemorada a Independência do Brasil. A data celebra a Declaração da Independência do país do Império Português, promulgada em 1822. Muitos não sabem, mas uma das bebidas mais consumidas em nosso país, a cerveja, chegou antes da independência e foi bastante consumida pelos portugueses que moravam aqui. Se antes o mercado era limitado e com pouca variedade, hoje os consumidores podem explorar novos sabores e estilos com as cervejas artesanais.

Segundo dados divulgados pela startup myTapp, em 2018, o Brasil contava com 889 cervejarias operantes e cadastradas no MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). Já em fevereiro deste ano, o mercado abrigava por volta de 1.171 estabelecimentos. “Por conta da facilidade de conseguir informações através da internet, os brasileiros estão mais informados e interessados em descobrir os sabores, estilos e combinações que uma cerveja artesanal é capaz de proporcionar”, explica Robson Vergillio, beer sommelier da cervejaria Berggren.

O início de tudo

Quando as primeiras indústrias de cervejas nacionais foram implantadas no país, as bebidas recebiam o nome de cerveja barbante, já que elas eram envasadas como os “growlers” de hoje em dia e os barbantes é que seguravam as rolhas das garrafas para evitar que saltassem por conta do gás da bebida engarrafada. “No fim do período monárquico, as cervejarias brasileiras deram os primeiros passos, e foi a família real portuguesa responsável por trazê-las ao Brasil”, afirma Vergillio.

Para evitar que a bebida conquistasse o paladar de todos, e no intuito de incentivar o consumo do vinho que era produzido em Portugal, a produção da cerveja era apenas para as famílias de imigrantes. “No Brasil, as primeiras cervejas vendidas recebiam o nome de Gengibirra e Caramuru. A Gengibirra era feita com cascas de limão, água, farinha de milho e gengibre, e custava 80 réis. Já a Caramuru, levava em sua receita gengibre, milho, água e açúcar mascavo, e tinha um preço mais acessível, custava 40 réis”, ressalta o beer sommelier.

A partir de 1840, os primeiros alemães começaram a chegar ao Brasil e fizeram com que a bebida ficasse ainda mais relevante no país, pois eles foram os responsáveis em dar continuidade na cultura cervejeira implantada pelos colonizadores. Depois disso, a cerveja caiu no gosto dos brasileiros e foi crescendo cada vez mais através de grandes cervejarias que foram surgindo no decorrer da história do Brasil. “Hoje é possível encontrar facilmente, em qualquer local, cervejas cada vez mais elaboradas e que levam em sua composição chocolate, café e manga”, finaliza Vergillio.

Azul retoma voos comerciais para Fernando de Noronha em outubro

Voos para destino turístico acontecerão três vezes por semana; apenas Clientes que já tiveram Covid-19 e apresentarem testes positivos para a doença poderão embarcar

Seguindo diversas medidas de higiene e segurança, a ilha de Fernando de Noronha, em Pernambuco, já pode receber turistas novamente. Com o decreto do governo local que autoriza o retorno do turismo no arquipélago, a Azul retomará suas operações comerciais no destino a partir de 01º de outubro. Eleita a melhor companhia aérea do mundo pelo ranking de 2020 do Tripadvisor, a Azul foi a única aérea a manter voos semanais para a ilha, transportando mantimentos, moradores e autoridades públicas.

Cumprindo todos os protocolos adotados desde o início da pandemia, a companhia voará para Noronha com o Embraer E195 E1, com capacidade para até 118 Clientes, às quintas, sábados e domingos. Nesta primeira etapa de reabertura, apenas Clientes que apresentarem laudo de RT-PCR positivo para o novo coronavírus, com emissão há mais de 20 dias, ou sorologia positiva para SARS-CoV-2 em até 90 dias da chegada à ilha poderão embarcar.

Os voos com destino ao arquipélago serão comercializados até três dias antes da partida. Esse é o prazo limite para que o Cliente que adquiriu o bilhete entre no site oficial do Arquipélago, pague a taxa de preservação ambiental e envie a documentação solicitada comprovando os anticorpos contra a doença. Após a análise da documentação, a administração da Ilha enviará autorização de embarque à companhia aérea, que disponibilizará o check-in, inclusive online, para esses Clientes.

O novo padrão de limpeza e segurança da Azul

A Azul reforçou a limpeza de suas aeronaves a cada voo e à noite, seguindo os protocolos sugeridos pela IATA. A companhia também foi a primeira do país a tornar obrigatório o uso de máscaras por Tripulantes e Clientes, tanto a bordo quanto em solo. Em outra iniciativa pioneira, a Azul passou a medir a temperatura dos Tripulantes a cada início de turno, aumentando a confiança em solo e a bordo e preservando a vida e a segurança de todos.

A companhia tem orientado o check-in pelo aplicativo da companhia e, para aqueles que precisa despachar a bagagem, sugere o uso dos balcões de autoatendimento, em que o próprio Cliente etiqueta sua bagagem sem contato com a tela dos tablets. Para o embarque, a Azul lançou o Tapete Azul, tecnologia pioneira no mundo, que é composto por um conjunto de projetores e monitores. Por meio de realidade aumentada projetores no chão formam um tapete virtual colorido e móvel, que convida a pessoa a se posicionar na fila de acordo com seu número de assento. A inovação vem proporcionando uma diminuição de cerca de 25% no tempo em que uma pessoa leva entre embarcar e sentar dentro do avião e, de quebra, contribui para o distanciamento social, já que os Clientes convocados para o embarque ficam a quatro metros de distância entre si.

A bordo da aeronave, kits com luvas, álcool em gel e lenço umedecido estão à disposição para uso dos Clientes e dos Tripulantes da Azul quando necessário. A companhia também tem utilizado descontaminantes bactericidas que contam com um princípio ativo que elimina o vírus da COVID-19 em 99,99% dos casos. Com o produto e a limpeza dupla nos assentos, mesinhas, bolsão, banheiros, encosto de cabeça, cinto de segurança, janela, paredes e compartimentos superiores, a Azul vem atendendo todas as normas de procedimento de limpeza e desinfecção sugeridas pela Anvisa. O serviço de bordo passou a ser realizado ao final do voo, garantindo o uso da máscara durante toda a viagem, e o desembarque agora é realizado por fileiras, evitando as costumeiras aglomerações no corredor no momento de saída da aeronave.

Recife ganha a 1ª unidade da Porks- Porco & Chope no Nordeste

Que Recife é uma das capitais da boa gastronomia, isso todo mundo já sabe. Além de ser uma das maiores consumidores de cervejas artesanais do Nordeste. Pensando nisso, a rede Porks- Porco & Chope, especializada em carne suína, traz para a capital pernambucana sua primeira unidade no Nordeste. A proposta da casa é agregar o consumo de produtos com esta base, cervejas artesanais a preços bem acessíveis. A inauguração acontece no próximo dia 12 de setembro e a casa terá CEP na Zona Sul, no bairro de Boa Viagem, sob o comando local dos empresários Felipe de Lima e Karen Insaurrade, proprietários do Mr Hoppy Boa Viagem e responsáveis pela vinda da marca para o Nordeste.

O modelo da casa aposta numa operação enxuta e descolada, seguindo o estilo self made, onde o cliente vai até o balcão para pedidos e pagamento, prezando pela agilidade e eficiência do atendimento. A experiência na Porks enfatiza o sensorial, já que apresenta preparos que exploram toda versatilidade da carne de porco, com petiscos e sanduíches, desenvolvidos a partir de receitas exclusivas criadas pela rede.

No cardápio, o cliente pode encontrar o Porks Bacon Burger (R$ 10), preparado com burger de costelinha de porco, creme de cheddar e tiras de bacon crocante; o OLDWEST Burger (R$ 12), que leva burger de costelinha de porco, queijo canastra, geleia de pimenta e rúcula; o Pernil Municipal (R$ 10), um sanduíche de pernil de porco marinado por 12h, coberto por queijo mozzarella e cheiro verde; e o Pururuca Burger (R$ 12), feito com burger de costelinha de porco, molho BBQ, queijo mozzarella e crispy de pele de porco pururucada.

Já entre os petiscos, a Porkspóca (R$ 10), pururuca de porco crocante temperada com sal de lemon pepper; o Torresmo de Tira (R$ 10), tradicional torresminho servido em tiras crocantes; o Bei com Melado (R$ 12), tiras de bacon crocante cobertas por melado de cana de açúcar; e a Costelinha BBQ (R$ 15), campeã de vendas do empreendimento, preparada com costelinhas de porco ao molho BBQ com cerveja defumada. Além das torneiras de chope artesanais com rótulos de todo o País e preços a partir de R$8.Essa democratização da carne suína tem feito sucesso em todo o País. A Porks – Porco & Chope atualmente conta com catorze unidades, próprias e franqueadas, espalhadas pelo Brasil, sendo duas delas na cidade de Belo Horizonte. Ao todo, são mais de 10 toneladas de carne suína por mês.

A unidade da Porks fica localizada na rua Olavo Bilac 20 A e terá horário, durante a pandemia, das 17h às 22h. Aos sábados, das 16h às 22h.